Ensinar os filhos a economizar dinheiro

Filhos Economizar Dinheiro

Se você hoje é um adulto consciente com gastos, sabe o valor do dinheiro e sabe quando ou como ele deve ser usado, provavelmente você teve uma ótima base quando criança. Os pais precisam entender que geralmente os filhos absorvem os comportamentos que são observados dentro de casa. Se o pai ou a mãe não procuram ter controle sobre os gastos, caem sempre em dívidas e não param de gastar, provavelmente o filho desse casal se tornará um adulto sem limites e sem organização financeira estabelecida.

O importante é ensinar aos filhos que é preciso ter controle. O dinheiro serve para que ele possa construir uma vida bem planejada, se ele não souber como utilizar o dinheiro ele poderá acabar com muitos problemas.
É importante também passar para o seu filho a importância de cuidar bem das cédulas em papel. Informar e conscientizá-lo que as notas não podem ser rasgadas, riscadas ou molhadas. Ensiná-lo o valor de cada moeda ou cédula e fazer com que ele entenda que é necessário conferir o troco sempre que fizer uma compra.

Ensine seu filho a esperar, administrar e poupar, assim ele vai entender que a mesada que ele recebe deve durar o mês inteiro. Para que isso dê certo é preciso que você dê o exemplo dentro de casa, não vai adiantar de nada se você querer fazer ele entender isso e fazer justamente o contrário.

Se seu filho tem até 9 anos o interessante é que ao invés da mesada você ofereça para ele uma “semanada”. Crianças nessa idade ainda não possuem noção de mês e fica difícil explicar que aquele dinheiro deve durar por trinta dias. A partir dos 10 anos a mesada poderá ser oferecida de forma convencional.
Para que essa estratégia possa dar certo, respeite a regularidade do pagamento da “semanada” ou da mesada e também estipule um valor ideal para cada idade dos seus filhos. Não adianta você oferecer R$20,00 para uma criança de 6 anos de idade e R$20,00 para uma de 12 anos. É diferente. As necessidades são diferentes. Estipule o que você achar que deve ser oferecido e mantenha-se firme na decisão mesmo que seu filho não concorde.
E semanalmente chame seu filho para conversar, se interesse pelo dinheiro dele, se ainda tem, se acabou, se ele quer sua ajuda para ter melhor controle, mostre-se presente e seu filho aprenderá sabendo que poderá contar com seus pais para aprender a ser uma pessoa controlada e de sucesso.

Artigos Relacionados:

Faça seu comentário

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback para seu site. Você também pode responder a estes comentários via RSS.

Seu email não será mostrado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Siga-me no Twitter @VivoBlogNet e fique por dentro das promoções e sorteios.