O Artesanato no Brasil – Artesão Brasileiro

Artesanato Brasileiro

O artesanato é uma forma de expressar a cultura de um país, povo ou nação. Essa arte é desenvolvida pelos artesãos que é aquele que exerce manualmente a criação de alguns objetos como: jóias, quadros e enfeites. Esses produtos são fabricados manualmente, utilizando como matéria prima frutos, sementes ou elementos da natureza que são abundantes em determinadas regiões.

Com o surgimento das fabricas, indústrias, e de maquinas que são capazes de substituir o trabalho do artesão, gerando maior produtividade e lucratividade. Essa classe que antes da revolução industrial era um dos principais meios de se obter produtos essenciais para o cotidiano e para as subsistências de várias famílias, se tornou uma atividade precária, e muitos trabalhadores que praticavam esse oficio foram trabalhar nas indústrias.

No Brasil o artesanato se apresenta de várias formas e varia de acordo com a população que o faz e com a região. Atualmente muitas tribos ribeirinhas, índios, pessoas que vivem na área rural, sobrevivem dessa prática que atravessou os séculos e que é passada de geração para geração.

Na região nordeste do Brasil os produtos confeccionados de formas artesanais atraem muitos turistas, e essas peças são fabricadas com elementos oriundos da flora e fauna típica da região, tais como:
1. palha (de bananeira, de brejauva, de milho);
2. juta
3. fibra do tronco do mandioqueiro; de taboa; fio da folha da piteira;
4. cipó de bambu, taquara, cipó-caboclo, cipó-imbé, cipó-uma, flexa de ubá;
5. bambu;
6. bucha;
7. cera de abelha-cachorro ou abelha-europa;
8. semente de planta nativa (como a lágrima-de-nossa-senhora);
9. vime (vara tenra e flexível do vimeiro);
10. areia colorida;
11. tinta de casca de árvore (urucum, safroa, anil do mato, aroeira, murici, imbiruçu);
12. pedra;
13. concha;
14. barro;
15. casca de coco;
16. chifre;
17. couro;
18. tecido;
19. pena;
20. linha;
21. madeira (cedro, vinhático, jaqueira, aroeira, peroba, jequitibá, canela e outros);
22. osso;
23. dente;
24. flandre;
25. casca de tartaruga;
26. sucata, entre outros elementos.

Um artesão nordestino se destacou dentro do cenário nacional, ele ficou conhecido como Mestre Vitalino. Ele reproduzia cenas do cotidiano nordestino em miniaturas.
Na região Sudeste, o artesanato também marcou presença na cidade de Embu, localizada em São Paulo. Graças a seus artesãos, esta cidade tornou-se o centro turístico do artesanato paulista. Ainda em São Paulo, tanto na capital quanto em várias cidades do interior, costuma-se realizar feiras de artesanato semanalmente, onde os mais diferentes objetos artesanais podem ser encontrados.

Devido a grande diversidade cultural existentes no território brasileiro, ocorrem anualmente grandes evetos que exaltam os trabalhos manuais realizado pela população local, entre elas estão: as feiras artesanais de Feira de Santana, Sobral e Caruaru.

Artigos Relacionados:

Faça seu comentário

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback para seu site. Você também pode responder a estes comentários via RSS.

Seu email não será mostrado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Siga-me no Twitter @VivoBlogNet e fique por dentro das promoções e sorteios.